Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

CAMPINAS

Secretários foragidos da polícia pedem exoneração, diz prefeito

23 MAI 2011Por PORTAL RAC, CAMPINAS12h:00

O prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT) confirmou esta manhã de segunda-feira (23), em coletiva de imprensa, o pedido de exoneração dos secretários de Segurança Pública, Carlos Henrique Pinto e de Comunicação, Augusto de Lagos. Eles estão entre as nove pessoas foragidas da justiça por serem acusados de fraudes em licitações envolvendo a Sanasa. 

O prefeito afirmou que, enquanto durar o habeas corpus do Tribunal de Justiça, que lhe dá proteção contra qualquer 'medida coercitiva', a primeira-dama de Campinas deve permanecer no cargo. A partir daí ela deve ser afastada de seu cargo.

Demétrio Vilagra postou nesta manhã em seu perfil no twitter o seu desligamento da presidência da Ceasa. 

O twitter do secretário de Comunicação da Prefeitura de Campinas, Francisco de Lagos, está sendo atualizado na manhã desta segunda-feira (23) com notícias da cidade. Informações oficiais do município foram colocadas nesta manhã. Não é possível saber se a rede social é abastecida de maneira automática ou se o secretário está trabalhando mesmo sendo considerado foragido da polícia desde a última sexta-feira (20) quando teve sua prisão decretada

Megaoperação
A operação da força-tarefa do Ministério Público, da Polícia Militar e da Corregedoria da Polícia Civil cumpriu 20 mandatos de prisão na cidade na última sexta-feira (20/05) e prendeu 11 integrantes e ex-integrantes da prefeitura e empresários. Outros nove estão foragidos (entre eles os secretários citados acima e o vice-prefeito de Campinas).

A primeira-dama de Campinas, Rosely Nassim Jorge Santos, é chefe de gabinete e mulher do prefeito Hélio de Oliveira Santos. A promotoria suspeita que Rosely comandava a rede de empresários e servidores e direcionava processos de concorrência para obras

Leia Também