Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Andrea Matarazzo

Secretário de SP disse que Alckmin é da Opus Dei

4 MAR 11 - 07h:31terra

O secretário de Cultura de São Paulo, Andrea Matarazzo (PSDB), teria afirmado em conversa com diplomatas americanos que o governador Geraldo Alckmin pertencia à Opus Dei, segundo um telegrama obtido pelo WikiLeaks, as informações foram publicadas no jornal Folha de S. Paulo desta sexta. A afirmação teria sido feita quando o tucano disputava a Presidência, em 2006. Na ocasião, Matarazzo era secretário municipal de Coordenação das Subprefeituras.

De acordo com o jornal, Matarazzo negou as opiniões registradas no documento e disse não se lembrar do encontro. No documento do WikiLeaks, o secretário teria definido Alckmin como um "católico conservador". Segundo o relato, Matarazzo via Alckmin como um político de "orientação direitista", que só via o mundo "da perspectiva de São Paulo" e "não tinha ideia de como conduzir uma campanha nacional". Próximo do ex-governador e candidato à Presidência derrotado em 2010, José Serra (PSDB), o secretário teria dito ainda que os aliados mais próximos de Alckmin habitavam o "baixo clero" do PSDB.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Internacional

Papa aceita renúncia de cardeal chileno acusado de envolvimento em escândalo sexual

Ezzati foi acusado de supostamente encobrir casos de abuso
Mandetta não garante recursos federais <br>para combater epidemia na Capital
AGENDA EM CAMPO GRANDE

Mandetta não garante recursos federais para combater epidemia na Capital

Tragédia

Chega a 417 número de mortes em Moçambique após ciclone

POLÍTICA

Maia diz que vai se empenhar em favor da reforma da Previdência

Presidente da Câmara sugere que deputados sejam ouvidos pelo Planalto

Mais Lidas