Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Seca no Sul ameça envio de energia à Argentina

10 ABR 2008Por 15h:48
     

 

 

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética, Maurício Tolmasquim, condicionou o envio de um socorro energético à Argentina à melhora da situação dos reservatório no sul do Brasil, que estão em níveis abaixo da média e por isso estão recebendo reforço de outras regiões do país. Segundo Tolmasquim, os reservatórios apontam para níveis inferiores ao esperado para essa época do ano, vivendo a maior seca em 70 anos, e por isso a região Sul tem recebido dos sistemas Nordeste e Sudeste cerca de 4 mil megawatts. Estão em curso as negociações bilaterais entre Brasil e Argentina para que haja troca de energia, seguindo um acordo firmado entre os presidentes dos dois países em fevereiro.

 

Com informações da Reuters Brasil

Leia Também