CAMPO GRANDE

Seca no Estado só vai dar trégua <br>na segunda quinzena de setembro

Seca no Estado só vai dar trégua <br>na segunda quinzena de setembro
07/09/2012 00:02 - EDIVALDO BITENCOURT


Para os 2,5 milhões de habitantes sul-mato-grossenses, que voltaram a enfrentar situação de emergência ontem, com forte calor de até 39º e tempo extremamente seco, o Climatempo não tem uma boa notícia: não deve chover nos próximos 10 dias. Em Campo Grande, que teve temperatura máxima de 36,7º C e umidade relativa do ar de 13%, a notícia é a mesma, uma frente fria só vai ganhar força e dar início à temporada de chuvas a partir da segunda quinzena deste mês.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), só duas das 17 estações no Estado, registraram umidade relativa do ar acima dos 20% ontem em Mato Grosso do Sul, em Itaquiraí (23%) e Sete Quedas (20%), com calor em torno de 35º C. Nas demais cidades, a situação foi mais para situação de emergência, com mínima de 11% em Água Clara (38,8º C) e Aquidauana (39,5º C). Com calor intenso, com os termômetros marcando 39º na sombra, os moradores de Porto Murtinho enfrentaram umidade do ar de 12%, apesar da cidade estar cercada pelo Rio Paraguai.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".