ECONOMIA

Seca causou prejuízo de R$ 461 milhões em 2008

Seca causou prejuízo de R$ 461 milhões em 2008
14/09/2010 09:08 -


A seca que atingiu a região Centro-Sul no outono de 2009, também pela ação do La Niña, causou perdas de R$ 461 milhões à agricultura do Estado. Produtores de soja amargaram R$ 300 milhões em prejuízos, segundo levantamento feito pela Famasul na época. Cerca de 80% do 1,7 milhão de hectares plantados foram destruídos ou tiveram a produtividade reduzida.
Mais de 20 cidades entraram em situação de emergência e produtores de 14 municípios pediram revisão dos contratos de custeio da safra porque não conseguiriam cumprir compromissos com bancos.
Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno entrou em ação no final de julho e deve estender-se até o início de 2011. Para MS, o instituto prevê chuvas dentro da média para os próximos três meses.
O La Niña provoca esfriamento nas águas do Oceano Pacífico na Linha do Equador. O fenômeno, descrito como contrário ao El Niño, que esquenta as águas, costuma causar fortes chuvas no Norte do Brasil e estiagem no Sul. Na região Centro-Oeste é menos previsível. (CHB)

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".