Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Heptacampeão

Schumacher admite que retorno à F1 está sendo difícil

7 OUT 2010Por Fonte: Terra16h:00

Em Suzuka, onde disputará o GP do Japão de Fórmula 1, Michael Schumacher admitiu que o retorno à Fórmula 1 não está sendo tão fácil quanto o esperado. O heptacampeão disse que esperava bons resultados correndo pela Mercedes GP, que no ano passado, sob o nome de Brawn GP, conquistou os dois campeonatos da categoria - o individual, com Jenson Button, e o de construtores.

"Está sendo um ano muito mais difícil do que esperávamos. Se você pensar no desempenho que o time teve no ano passado, as expectativas eram altas. Nós não fomos capazes de responder a essas expectativas", disse o alemão, que relembrou as experiências em equipes anteriores.

"Ao mesmo tempo é um projeto de longo prazo, e só você olhar para trás na Benetton e na Ferrari, que construíram um time e então finalmente tiveram sucesso. Isso nunca foi possível em um período curto", completou.

Sobre a corrida no Japão, o piloto da Mercedes GP ressaltou as dificuldades técnicas do circuito.

"É uma pista muito desafiadora e os pilotos podem dar uma grande contribuição neste tipo de traçado, especialmente no primeiro setor; mas, de qualquer maneira, o carro é importante por causa deste primeiro setor", analisou o alemão, que apontou a Red Bull como favorita no final de semana.

"Olhando a natureza do carro, acho que a Red Bull será muito forte. Mas sei que a McLaren está trabalhando em atualizações, então veremos se eles conseguirão melhorar ou não. Será uma corrida difícil", disse Schumacher

Leia Também