BAIRRO MACAÚBAS

Saúde interdita posto por 120 dias e remaneja os atendimentos

Saúde interdita posto por 120 dias e remaneja os atendimentos
21/06/2012 16:15 - DA REDAÇÃO


A Secretaria Municipal de Saúde vai interditar por 120 dias para a reforma da Unidade Básica de Saude da Família do Jardim Macaúbas. A partir de segunda-feira o atendimento da população será retomado na própria região. Uma das equipes de saúde da família será remanejada para a unidade do Mário Covas (bairro próximo) e enquanto as outras duas equipes ficarão em instalações que já estão sendo providenciadas.

Segundo o prefeito Nelsinho Trad, as consultas agendadas serão remarcados e ninguém será prejudicado. "Os agentes de saúde visitarão os pacientes em casa, infomando desta situação emergencial e onde serão atendidos num local próximo de onde moram", afirma.

De acordo com ele, a prefeitura já tem em caixa os recursos da reforma, sendo R$ 200 mil de uma emenda parlamentar do deputado Marquinhos Trad e mais uma contrapartida de R$ 200 mil em recursos próprios. O serviço incluirá reparos no telhado, rede elétrica e hidráulica, além de pintura. A ordem de serviço será assinada nos próximos dias.

A Unidade conta com três equipes do Programa Saúde da Família (PSF) que atende diariamente uma média de 100 pacientes. 

Goteiras

A chuva que caiu na madrugada de ontem (20) danificou a estrutura do prédio da UBSF e isso suspendeu o atendimento de pacientes. 

No período chuvoso, as goteiras invadem setores importantes do imóvel, inclusive onde fica o estoque de remédios. O problema já dura aproximadamente cinco anos.

A água da chuva ocupou a recepção, a sala de consultas e parte do almoxarifado. Sem condições de atendimento, a chefia da unidade resolveu reprogramar os atendimentos.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".