segunda, 16 de julho de 2018

Sarney resiste a pedido do PT e permanece no cargo

1 JUL 2009Por 15h:42
     

        O PT também decidiu nesta quarta-feira, 1º, pedir o afastamento temporário de 30 dias do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), do comando da Casa, segundo informou a assessoria do do líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP). No entanto, Sarney não aceitou a proposta e decidiu apoiar a comissão de senadores que irá comandar a reforma na Casa e o colégio de líderes, que vai cuidar da rotina legislativa. "Ele continua presidente e vai atuar na pauta legislativa, mas aceitou a comissão", disse a assessoria.

         

Leia Também