quarta, 18 de julho de 2018

Sarney cria comissão para investigar atos secretos do Senado

19 JUN 2009Por 23h:23
     

Da redação

 

Em meio a denúncias de existência de 650 atos secretos no Senado e a pressão de senadores, o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), anunciou hoje a abertura de uma nova comissão de sindicância, que terá o prazo de sete dias, para investigar os responsáveis por não publicar medidas administrativas adotadas ao longo dos últimos 14 anos, como a nomeação de parentes de senadores, inclusive do próprio Sarney.

Esta é a sexta comissão criada por Sarney para cuidar de denúncias, desde que assumiu há quatro meses o comando do Senado.

Leia Também