Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

ELEIÇÕES 2010

Sargento gay é candidato e promete mudanças no Código Militar

2 OUT 2010Por 22h:30

Bandeira do arco-íris (símbolo da comunidade LGBT - Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), carro de som tocando música de boate e um militante com megafone em punho anunciando: "votem em Cláudio Rocha. Gay e militar". É assim que acontece o corpo a corpo de Cláudio Rocha pelas ruas do Rio de Janeiro, candidato a deputado federal pelo PCdoB. Sargento da Marinha e homossexual assumido, o jovem de 32 anos almeja uma vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília, para tentar mudar o Código Militar brasileiro, retirando sanções a gays.

De origem humilde, Cláudio faz uma campanha simples, mas sonha grande. Os amigos ajudam na medida do possível. Boa parte dos gastos com material da candidatura, como placas, folhetos, faixas e carro de som, é bancada pelas "dobradas", que são alianças com candidatos a deputado estadual.

Cláudio concedeu entrevista ao Terra e na ocasião, estava com a voz um pouco rouca, já sacrificada pelas conversas com a população durante os últimos três meses. Em Copacabana, bairro boêmio e de muita concentração do público LGBT, fazia um pouco de frio para os padrões carioca, cerca de 19º, e às vezes garoava, o que só piorava a situação do candidato. Mesmo assim, ele prosseguiu com o corpo a corpo até o final da tarde. "Não é moleza. Pra conseguir voto tem que ser assim mesmo, rua o tempo todo. A campanha é simples. Além disso, sofro preconceito no partido. Até agora não exibiram minha candidatura no horário eleitoral na televisão", lamentou.

fONTE: TERRA
 

Leia Também