sexta, 20 de julho de 2018

São Paulo vê jogo contra o Grêmio como decisivo

10 AGO 2008Por 16h:58
     

        Da redação

         O sonho do tricampeonato brasileiro pode acabar no domingo para o São Paulo, no jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre. Os jogadores sabem que uma vitória é vital, já que a diferença do time paulista para o líder do Campeonato Brasileiro já está em oito pontos - 41 contra 33.

        "Ser campeão é possível, mas difícil. Dá para chegar, mas tem que passar pelo jogo de domingo. Se a diferença não cair, aí o número de jogos diminui e fica mais complicado porque ainda existem outros adversários", afirmou o goleiro Rogério Ceni. "A diferença parece pequena se pensamos que ainda são 57 pontos para disputar. Mas, se o Grêmio fizer uma campanha de 60% de aproveitamento, teremos que fazer 73% para superá-los", completa o matemático camisa 1.

        O capitão são-paulino ainda lembrou uma situação parecida vivida em 2006, mas com os personagens invertidos. Pela 30ª rodada, o então líder São Paulo, com 59 pontos, foi ao mesmo Olímpico enfrentar o Grêmio, vice com 51. "Aí empatamos lá por 1 a 1 e tiramos eles da disputa."

        A diferença desta vez é que o empate não basta para os gaúchos. Pelo menos é o que avalia Rogério Ceni. "Eles têm também adversários até mais próximos do que nós, que são Cruzeiro e Palmeiras. Por isso eles terão de sair para o jogo, o empate não será bom para ninguém, será um jogo aberto porque precisam vencer para manter a diferença para o segundo colocado."

        Para o goleiro, uma possível derrota do líder no domingo, em pleno Olímpico, também poderá ter um efeito negativo na boa campanha do Grêmio até o momento. "Se o São Paulo vencer tem o impacto moral e psicológico."

        Muricy também reconhece que o jogo de domingo é vital, mas não quer pressionar ainda mais seus jogadores. O treinador usa o basquete como exemplo. "Quando um time está 30 pontos atrás do outro, não pode tirar essa diferença em uma cesta, tem de ir aos poucos. É possível tirar a vantagem de oito pontos, mas sem desespero e sem ansiedade. É preciso ficar todos focados porque precisamos tirar essa diferença pouco a pouco."

        Mas, logo em seguida, não esconde o quanto é importante vencer o confronto direto. "Este é o jogo. Esperamos ganhar para diminuir a distância." O adversário, no entanto, preocupa bastante pelo momento que vive. Muricy vê os gaúchos com o que no futebol é chamado de "sorte de campeão". "Vi os melhores momentos contra o Atlético Mineiro (vitória por 4 a 0, no sábado). A bola do adversário bate na trave e não entra. A deles bate no jogador e entra."

        Enquanto o Grêmio sofrerá pelo desgaste da rivalidade do clássico contra o Internacional, na quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, o São Paulo enfrentará o Atlético Paranaense com os reservas na terça-feira, e se dedicará em tempo integral ao jogo de domingo. "Será muito importante", finaliza Rogério Ceni. (informações do Estadão)

Leia Também