sábado, 21 de julho de 2018

São Paulo joga clássico para vencer e encostar no líder

24 OUT 2009Por 14h:45
     

        Da redação

        Na falta de bom futebol, o São Paulo se apega ao histórico. Ricardo Gomes ressalta a necessidade de o time ter uma sequência de bons resultados. Recorda daquela que ocorreu no primeiro turno e alçou a equipe da 15.ª à segunda colocação do Campeonato Brasileiro em nove jogos - oito vitórias e um empate. A arrancada começou exatamente num clássico contra o Santos (2 a 1). O mesmo confronto deste domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro. "É uma coincidência", lembrou o técnico sorrindo e esfregando as mãos.
        As circunstâncias é que são totalmente diferentes. O São Paulo vem numa sequência, mas amarga - apenas um ponto nos últimos nove disputados. Já ao Santos resta pouco a brigar no campeonato Em posição intermediária na tabela, conquistar uma vaga na Copa Libertadores é possibilidade remota, assim como o rebaixamento é improvável.
        "Antes daquela partida, ressaltava que o time precisava manter um padrão durante os 90 minutos de jogo", analisou Ricardo Gomes "Agora temos o mesmo cenário do primeiro turno. Espero que o final seja o mesmo também".
        Depois da derrota do Palmeiras no meio da semana (diante do Santo André), uma vitória neste domingo se tornou crucial para as pretensões são-paulinas. Diminuiria a vantagem do líder para apenas dois pontos. E também seguraria o ímpeto dos demais postulantes a uma vaga na Copa Libertadores de 2010 - dois deles já ultrapassaram a equipe tricolor na tabela, o Atlético Mineiro e o Internacional.
        Ricardo Gomes espera que a defesa são-paulina se acerte com o retorno de André Dias, fora da equipe por causa de uma lesão muscular desde o primeiro tropeço da série recente - contra o Coritiba (2 a 2), no Morumbi. Durante a sua ausência, a equipe tomou cinco gols em três partidas. "Temos alguns momentos de falta de atenção", reconheceu. (informações do Estadão)
        
        

Leia Também