sexta, 20 de julho de 2018

São Paulo enfrenta o lanterna ainda de olho no título

5 DEZ 2009Por 14h:27
     

        Da redação

        A última rodada foi trágica para o São Paulo. A equipe caiu da liderança para a quarta colocação do Brasileiro. Perdeu todo o favoritismo e, no encerramento do campeonato, as chances de conquistar o quarto título seguido são mínimas (3% segundo o matemático Tristão Garcia). Mas nelas ainda se abraçam os jogadores tricolores. Esperam que o impossível vire realidade de novo na edição mais imprevisível da Série A.
        Para facilitar o trabalho do destino, o São Paulo precisa vencer o Sport, neste domingo, às 16 horas, no Morumbi. Mas ainda será necessário torcer para tropeços dos três times que estão a sua frente na tabela de classificação: Flamengo (contra o Grêmio), Internacional (diante do Santo André) e Palmeiras (enfrenta o Botafogo).
        "Assim como saímos do primeiro para o quarto lugar em uma rodada, também podemos subir de novo. Nós não vamos acabar este campeonato só em quarto", confiou Ricardo Gomes. Falta um ponto para conquistar, pelo menos, uma vaga na Copa Libertadores do próximo ano. "Se vencermos e fizermos nossa parte em relação ao título, consequentemente iremos nos garantir na Libertadores".
        A ansiedade dos jogadores em relação aos outros jogos preocupa a comissão técnica. Por isso, os alto-falantes e o placar eletrônico do Morumbi não vão informar os resultados dos rivais são-paulinos. Uma pequena solicitação do treinador, que pode conquistar seu primeiro título de expressão no futebol. "80% dos grandes técnicos brasileiros nunca ganharam esta taça. Estou tranquilo com isso", disse.
        Se os jogadores ficarão ansiosos por saber dos demais resultados, Ricardo Gomes quer solucionar os problemas defensivos do time, que tomou sete gols nos últimos dois jogos. Vai tirar Junior Cesar e colocar Jorge Wagner na ala-esquerda para evitar os espaços pelo lado para o rápido ataque pernambucano. Hugo permanece no time, no meio de campo. (informações do Estadão)

Leia Também