Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

JADSON E PATO

São Paulo e Corinthians devem sacramentar troca

São Paulo e Corinthians devem sacramentar troca
06/02/2014 10:44 - folhapress


Os presidentes do Corinthians, Mário Gobbi, e do São Paulo, Juvenal Juvêncio, fecharam acordo ontem (5) à noite para trocarem o atacante Alexandre Pato e o meia Jadson. Falta os dois jogadores assinarem os novos contratos.

O negócio deve ser sacramentado ainda hoje, mas o próprio técnico do Corinthians, Mano Menezes, já vê Jadson como novo reforço.

Jadson rescindiu com o clube tricolor e vai assinar por dois anos com o time rival. Terá 50% dos seus direitos federativos. A outra metade pertencerá à equipe alvinegra.

Pato será emprestado ao São Paulo por dois anos. Como possui contrato com o Corinthians até 2016, o clube do Morumbi precisará pagar um valor não revelado se quiser adquiri-lo, mas terá parte do seu salário pago pela equipe alvinegra.

O volante Ralf contou que Pato saiu da concentração corintiana à tarde. Ele estava relacionado para a partida contra o Bragantino no Pacaembu.

"A gente não esperava [a transferência]. Foi uma oportunidade que apareceu. Chega um momento em que o melhor que pode acontecer é uma mudança", afirmou o treinador Mano Menezes.

O diretor jurídico corintiano, Luiz Alberto Bussab, confirmou que o clube continuará pagando parte do salário de Pato, mas não revelou o percentual. "O Corinthians economizará R$ 150 mil por mês".

Gobbi disse que tinha propostas pelo atacante, mas não revelou quantas nem de onde partiram.

Jadson chega para o lugar do meia Douglas, que será emprestado ao Vasco até o fim de seu contrato com Corinthians, ou seja, por mais um ano.  

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?