Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

RECOPA

Santos segura empate com Universidad no Chile

22 AGO 2012Por terra23h:09

O Santos teve uma chance de ouro no primeiro tempo, mas Neymar derrapou na cobrança de pênalti e mandou por cima. Mesmo assim, a equipe paulista segurou um empate por 0 a 0 com a Universidad de Chile na partida de ida da Recopa Sul-Americana.

Com o resultado, o campeão da Copa Libertadores do ano passado precisa de uma vitória simples para conquistar o título continental. O duelo decisivo será no dia 26 de setembro no Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O jogo
A Universidad de Chile começou o jogo usando a mesma tática do ano passado, quando conquistou a Copa Sul-Americana: o toque rápido e envolvente. O Santos conseguiu se safar do ímpeto inicial dos chilenos e passou a mostrar suas armas aos 8min. Neymar foi acionado, tirou o zagueiro na ginga, driblou o goleiro, mas perdeu o ângulo e preferiu não arrematar.

Aos 14min, o time alvinegro deu outro susto nos anfitriões. O argentino Patito puxou contra-ataque e encontrou Neymar. O camisa 11 levou para a lateral e cruzou para Ganso. O meia, na entrada da área, dominou, cortou um defensor com o pé esquerdo e bateu com o direito. A bola desviou no goleiro Jhonny Herrera e saiu pela linha de fundo.

A grande santista da equipe brasileira, no entanto, ocorreu aos 16min. Neymar arrancou pela direita, distribuiu dribles e foi derrubado (fora da área) por Martino. O juiz marcou pênalti. Na cobrança, o próprio atleta escorregou e mandou longe.

A penalidade desperdiçada desanimou um pouco os santistas. Mesmo assim, a Universidad, que aumentou o ritmo em busca do tento, não exigiu muito trabalho ao goleiro Rafael.

A segunda etapa iniciou como o primeiro tempo. Com a Universidad no ataque. Aos 5min, Mena cruzou da esquerda na cabeça de Gutiérrez. O atacante escorou de cabeça tirando de Rafael, mas a bola passou por cima.

Ao ver sua equipe inoperante, o técnico Muricy Ramalho promoveu alterações aos 20min. O argentino Miralles, que era do Colo Colo (também do Chile) antes de vir para o Brasil, substituiu André e deu mais movimentação ao Santos. Aos 43min, Neymar protagonizou um lance genial. De dentro da área, parou na frente do marcador e, de súbito, deu um toque sutil. A bola beliscou o travessão e sacramentou o empate sem gols em Santiago.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também