Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

reforços

Santos pode acertar volta de Renato e Deivid

30 MAR 11 - 13h:59Gazeta Esportiva

As declarações do presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, sobre a vontade do clube em buscar novos reforços a partir de abril, mostram que o Peixe pretende fortalecer ainda mais o seu elenco para o restante da temporada. E a principal aposta dos santistas no mercado de transferências pode ser em jogadores que já brilharam na Vila Belmiro, casos do volante Renato, do Sevilla (Espanha), e do atacante Deivid, do Flamengo.

Os dois atletas já vestiram a camisa alvinegra e foram campeões: Renato ganhou o Campeonato Brasileiro de 2002, enquanto Deivid formou dupla de ataque com Robinho no título do Brasileirão de 2004.

Identificados com a torcida, o volante e o atacante seriam vistos como reforços em potencial pela cúpula alvinegra. Renato completa 32 anos em maio e o Sevilla poderia facilitar a sua volta ao futebol brasileiro, após sete temporadas na Espanha. Deivid tem 31 anos e, por sua vez, não embalou com a camisa rubro-negra. Com poucos gols, o atacante não caiu nas graças do torcedor flamenguista e uma transferência poderia ser benéfica.

Deivid tem contrato até o final de 2012 com o Flamengo e a sua contratação pelo Santos seria por empréstimo. O Peixe acredita que os cariocas poderiam aceitar dividir os vencimentos mensais do atleta.

Além de Renato e Deivid, outros nomes são comentados nos bastidores. O centroavante Ricardo Oliveira, do Al Jazira (Emirados Árabes) poderia ser uma alternativa caso as negociações com Deivid não dêem certo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre
BRASIL

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre

BRASIL

Brumadinho: sobe para 212 o número de mortos identificados em tragédia

BRASIL

Bolsonaro e Piñera rejeitam intervenção militar na Venezuela

BRASIL

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento

Mais Lidas