Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

BRASILEIRÃO

Santos perde de virada para o lanterna Prudente

25 OUT 2010Por ESTADÃO09h:30

Inexplicável. Vai demorar um bom tempo para os jogadores do Santos explicarem a derrota para o lanterna Grêmio Prudente, de virada, por 3 a 2, em plena Vila Belmiro, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A decepção foi maior ainda, afinal, Neymar ainda perdeu um pênalti no jogo que foi cercado por homenagens aos 70 anos de Pelé.

Com o resultado, o Santos, que foi para o intervalo vencendo por dois gols de vantagem, permaneceu com 48 pontos e se manteve seis pontos atrás do agora líder Fluminense.

Já o Prudente, que jogou mais de dez minutos com dois jogadores a menos, chegou a sua sexta vitória no campeonato, mas se mantém na lanterna, com 24 pontos, 10 atrás do primeiro time eventualmente salvo do rebaixamento.

Domínio. Apesar da evidente diferença técnica entre as equipes, o Santos demorou para conseguir transformar o domínio em gol.

Mesmo marcado de perto, Neymar - jogando com a camisa 70, em homenagem ao aniversário de Pelé - conseguiu fazer grande passe para Danilo, que avançou bem pela direita e cruzou na medida para Keirrison cabecear firme para marcar aos 20.

O gol deu ainda mais tranquilidade ao Santos, que chegou ao segundo gol sem forçar o ritmo. Aos 36, Neymar bateu falta da esquerda, levantando na área do Prudente. Zé Eduardo ganhou a dividida com o goleiro e a bola acabou sobrando para Durval bater com o gol vazio.

Castigo. A facilidade estava tamanha que o Santos chegou a ser displicente. E foi assim que o Prudente marcou, no segundo minuto da segunda etapa.

Após uma saída de jogo totalmente equivocada de Leo, João Vitor recebeu na área e rolou para Wesley, que ajeitou, se livrou do marcador e bateu no contrapé do goleiro Rafael.

Como a displicência continuou, o Prudente empatou. Aos 9, na tentativa de cortar um passe errado do ataque prudentino, Danilo acabou ajeitando para Rhayner, que invade a área e é derrubado por Edu Dracena. Pênalti, que Gilmar bateu bem e empatou.

Explica Santos! O inacreditável aconteceu aos 16, quando João Vitor, ainda no campo de defesa, avançou com liberdade pela direita até o meio de campo e fez grande passe para Rhayner, que invadiu a área pela esquerda e rolou para Wesley, meio torto, completar para virar o placar para o Prudente, em plena Vila Belmiro.

Além da derrota em si, o resultado ainda teria "requintes de crueldade". Aos 33, Leonardo foi expulso após uma falta tola em Zé Eduardo, junto à lateral. Dois minutos depois, em uma jogada sem bola, Flávio também foi expulso, após agredir o mesmo Zé Eduardo na área.

Pênalti para o Santos, que Neymar bateu mal, acertou o travessão, e desperdiçou a chance de empatar o jogo novamente.

Descrente com o desenrolar do jogo depois do intervalo, o Santos não teve mais ânimo para brigar pelo resulta, nem mesmo com dois jogadores a mais. Neymar foi o retrato do desânimo do time, sentado no gramado após o apito final.

Leia Também