Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Santos para no Americana e Muricy estreia com empate

10 ABR 11 - 20h:02TERRA

Em sua primeira partida à frente do Santos, o técnico Muricy Ramalho não conseguiu conquistar os três pontos. Apesar de o treinador ter escalado três atacantes - Neymar, Zé Eduardo e Maikon Leite -, a equipe alvinegra só ficou no empate por 0 a 0 com o Americana, na noite deste domingo, pela penúltima rodada do Campeonato Paulista e se manteve na quarta colocação da competição nacional.

Com o placar, nada muda na vida da equipe praiana. O Santos vai a 35 pontos, mesma pontuação do Corinthians. No entanto, o time de Muricy fica atrás nos critérios de desempate. Por outro lado, o Americana acabou se complicando na competição e se mantém fora da classificação, com 23 pontos. A equipe do interior iniciou muito bem o Campeonato Paulista, mas não conseguiu manter o ritmo e acabou fora da fase final.

Rotulado como "retranqueiro", Muricy surpreendeu na noite deste domingo em Americana. Além de ter escalado três atacantes, aos 28min do segundo tempo, o estreante resolveu sacar o volante Rodrigo Possebon e colocar o camisa 10 Paulo Henrique Ganso para tentar a vitória fora de casa e alcançar a terceira colocação. Apesar da tentativa, a substituição não surtiu efeito.

Além disso, Muricy decidiu escalar o Santos sem alguns titulares, de olho na partida decisiva contra o Cerro Porteño, fora de casa, pela Copa Libertadores. O goleiro Rafael e os zagueiros Durval e Edu Dracena não entraram em campo. Já ganso entrou apenas no segundo tempo. A cautela se deve ao fato de que Muricy não poderá contar com Neymar, Zé Eduardo e Elano na partida do torneio continental, complicando ainda mais a vida do Santos na competição.

Para o Campeonato Paulista, por outro lado, competição em que o Santos já está classificado para as quartas, Neymar, Elano e Ganso forçaram o terceiro cartão amarelo, ficando fora assim da última rodada do Estadual. Os ídolos, no entanto, voltam nas quartas com os cartões zerados.

O único lance polêmico da partida aconteceu aos 41min do segundo tempo. O Santos poderia ter perdido o jogo caso o árbitro não anulasse um gol legal de Marcinho. O lance, inclusive, gerou muita reclamação por parte do time da casa. O técnico Toninho Cecílio, após o apito final, entrou em campo e foi para cima do juiz, que estava protegido pelos policiais presentes no estádio. O placar do jogo, no entanto, terminou sem alterações: 0 a 0.

Na última rodada do Estadual, o Santos enfrentará o Paulista, na Vila Belmiro, às 16h (de Brasília) do próximo domingo. Já o Americana tentará a classificação diante do Grêmio Prudente, fora de casa, no mesmo dia e horário.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

São Paulo mantém boa fase e vence Athletico-PR na Arena da Baixada
BRASILEIRÃO

São Paulo mantém boa fase e vence Athletico-PR

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes
ESTACIONAMENTO

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes

Senado aprova MP da Liberdade Econômica sem previsão de trabalho aos domingos
BRASIL

Senado aprova MP sem previsão de trabalho aos domingos

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte
VAZA JATO

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte

Mais Lidas