quarta, 18 de julho de 2018

Santos joga hoje de olho no G4

29 AGO 2009Por 12h:42
     

        Da redçaão

        O Santos joga neste domingo, às 15 horas, na Vila Belmiro, as últimas esperanças de continuar na briga pela classificação para a Copa Libertadores da América de 2010. E a oportunidade de vencer não poderia ser maior porque o adversário é o Fluminense, o pior time do Campeonato Brasileiro, com apenas 16 pontos ganhos em 48 disputados.
        Com uma vitória, o time de Vanderlei Luxemburgo se recupera da derrota diante do Goiás e do empate em casa contra o Internacional e ganha força para o clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, no Pacaembu.
        André, de 19 anos, formado pelo Cabofriense-RJ, será o substituto de Kléber Pereira, suspenso pela expulsão contra o time gaúcho. Será a primeira vez que ele inicia como titular e a responsabilidade de entrar no lugar do jogador responsável por quase a metade dos gols do time nos dois últimos anos não o assusta.
        "A vida de centroavante não é fácil. Basta ver o que acontece com Kléber Pereira. A torcida pega pesado porque exige gols e vitórias. Estou confiante e acredito que vou balançar as redes pelo menos uma vez", disse o atacante.
        André gostou de sua produção no coletivo de sexta, atuando mais adiantado e fazendo o pivô para os companheiros que vinham de trás. "Madson e Paulo Henrique Lima vão cair pelas pontas e cruzar para eu finalizar. É como eu jogava nos juniores e por isso acho que não vou ter dificuldade", acrescentou.
        Apesar da fragilidade do Fluminense, Luxemburgo resolveu abandonar a ideia de armar o time mais ofensivamente, com dois volantes de marcação. Embora não tenha admitido, ele percebeu que com essa formação a defesa ficou mais exposta contra o Internacional. Foi a primeira vez que o Santos sofreu três gols desde a sua chegada, além de novamente ter ficado duas vezes em vantagem no marcador (2 a 0 e 3 a 2) e não conseguido vencer.
        Para Rodrigo Souto, o motivo de o time ter voltado a decepcionar em casa foi falta de comunicação entre os jogadores. "Às vezes, eu paro para pensar e embora não se deva chorar o leite derramado, pergunto por que o time perde aqui e ali, depois de ter mostrado força. E não encontro explicação. Mas acho que se os jogadores falarem mais, um procurando corrigir a posição do outro, e o time por a bola no chão, acredito vamos melhorar muito", sugeriu.
        Souto torce para que Emerson se recupere das dores na panturrilha direita para ser escalado no lugar de Rodrigo Mancha, que também cumpre suspensão. "Mancha é um jogador de pegada e vinha bem, mas Emerson tem muita vivência e pode ajudar bastante a equipe. Se ele estiver em campo, vai jogar sempre bem, independente da formação, mesmo porque não acho que com três volantes o time fique mais defensivo. Luxemburgo dá liberdade para a gente sair para o jogo", concluiu o volante.
        Se Emerson for vetado, Alan deve ser o escolhido para jogar ao lado de Germano e Rodrigo Souto. Na defesa, a novidade será Domingos, confirmado para entrar no lugar de Fabão, também suspenso. (informações do Estadão)
        
        

Leia Também