sexta, 20 de julho de 2018

SANTOS

Santos 'esconde` nomes, mas intensifica busca por técnico

4 OUT 2010Por TERRA16h:30

Com o cargo de técnico vago desde a saída de Dorival Júnior, o Santos segue a sua busca por um novo treinador. E, segundo o gerente de futebol do clube, Paulo Jamelli, a ideia é que a questão seja resolvida nos próximos dias. Isto porque a diretoria santista tem mantido contato com os nomes daqueles comandantes que podem assumir o posto, que tem sido exercido interinamente por Marcelo Martelotte.

"Estamos trabalhando nesse sentido. O Santos está conversando com alguns técnicos e seus empresários, e acredito que nos próximos dias poderemos ter novidades. É difícil precisar quando isso irá ocorrer, porém, a diretoria está trabalhando, buscando um nome que se encaixe no perfil do Santos", disse Jamelli, evitando divulgar os nomes que estão sendo trabalhados pelo clube.

"Não vamos falar de nomes, pois tudo que dizemos gera especulação. É tudo muito dinâmico no futebol. A cada semana um treinador é demitido. Falamos com vários nomes, mas é claro que temos um ou dois de nossa preferência. Só que enquanto não tivermos uma resposta oficial, não poderemos anunciar o nome do comandante, que terá a missão de comandar esse projeto bonito, que começa pelo Paulista do ano que vem e passa pela Copa Libertadores da América", comentou o dirigente.

Apesar da negativa de Paulo Jamelli em analisar nomes de possíveis escolhidos para o cargo, o de Abel Braga, atualmente no Al-Jazira (dos Emirados Árabes) segue sendo o mais forte. "Não vamos comentar sobre o perfil ou características porque isso gera uma série de especulações e boatos. Com o currículo que tem o Abel, não preciso falar para ninguém o que ele já fez no futebol. É um dos grandes vencedores do futebol brasileiro e um currículo ganhador lógico que agrada", ponderou.

O nome de Abel é tão bem cotado entre os dirigentes santistas que a possibilidade de Martelotte seguir comandando a equipe interinamente até o final do ano até a chegada do novo técnico em 2011 foi confirmada por Jamelli. Abelão, apelido pelo qual é conhecido no meio do futebol, tem contrato até maio do ano que vem com o Al-Jazira e, para abater a sua multa rescisória de US$ 2 milhões ou quem sabe até conseguir uma liberação dos árabes sem o pagamento da rescisão contratual, poderia acertar a sua saída do Oriente Médio apenas para o final do ano.

"Há a possibilidade de o treinador ser contratado e vir só na próxima temporada, como também do novo comandante chegar agora. Tudo depende muito da situação do técnico, do nome envolvido. Tudo depende da necessidade dele e do Santos", concluiu Jamelli.

Leia Também