Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

LIBERTADORES

Santos e Flu tentam manter chances na disputa

6 ABR 2011Por g109h:15

Não será fácil a vida dos “secadores” Fluminense e Santos, que além de terem de vencer seus jogos nesta quarta-feira, respectivamente contra Nacional-URU e Colo Colo, precisam torcer para tropeços dos adversários para aumentar as chances de classificação às oitavas de finais da Taça Libertadores da América.

Ainda vivo

Pelo Grupo 3, o Tricolor, terceiro colocado com cinco pontos em quatro jogos, precisa vencer e torcer para um empate entre América-MEX, na segunda posição com seis pontos, e Argentinos Juniors, primeiro colocado com sete, para ter a chance até de brigar pela liderança da chave. Se os resultados acontecerem, o time das laranjeiras passa a depender só dele e decide tanto a ponta quanto a vaga diante da equipe Argentina na última rodada.

Jogando em casa, nesta quarta-feira, às 23h50m (horário de Brasília) no estádio Azteca, os anfitriões vão buscar se recuperar da derrota por 3 a 2 para o Fluminense e tentar assumir a liderança da chave mais equilibrada do torneio, onde todos os quatro clubes continuam com chances de classificação restando duas rodadas. Para isso, o técnico Carlos Reynoso deve ter o elenco completo do América-MEX para a partida, exceto o atacante Daniel Márquez, vetado por problemas estomacais. Em compensação, Ángel Reyna, companheiro de posição, vive ótima fase e chegou à artilharia do Campeonato Mexicano com nove gols. Mas o Argentinos Juniors, apesar do revés para o Nacional-URU por 1 a 0 na rodada anterior, está invicto no Campeonato Argentino, com três vitórias e cinco empates. O time do treinador Pedro Troglio garante presença nas oitavas de finais se vencer a partida.

Confira as prováveis escalações:

América-MEX: Guillermo Ochoa, Aquivaldo Mosquera, Óscar Rojas, Juan Carlos Valenzuela, Adolfo Rosinei; Daniel Montenegro, Vicente Sánchez, Diego Cervantes, Pavel Pardo; Miguel Layún e Ángel Reyna. Técnico: Carlos Reinoso

Argentinos Juniors: Nicolás Navarro; Juan Sabia, Miguel Torrent y Santiago Gentilleti; Gonzalo Prósperi, Juan Mercier, Matías Laba y Nicolás Berardo; Ciro Rius, Santiago Salcedo e Franco Niell. Técnico: Pedro Troglio

Pela primeira vitória

Pelo Grupo 5, que tem um jogo a menos que as outras chaves da Libertadores, o Santos, terceiro colocado com dois pontos em três partidas, busca sua primeira vitória no torneio contra o Colo Colo, líder com seis pontos ganhos, além de ficar de olho no confronto entre o Deportivo Táchira, lanterna com também dois pontos, e o Cerro Porteño, segundo colocado com cinco pontos. Um empate, somado a uma vitória santista, pode deixar o Alvinegro paulista com chances de assumir a ponta do grupo na próxima rodada, quando a equipe visita o Cerro no Paraguai.

Embora enfrente o último colocado do grupo, o Cerro Porteño não terá facilidades na partida desta quarta-feira, às 19h30m (horário de Brasília), no estádio Pueblo Nuevo. Além de atuar longe de seus domínios, o time paraguaio vem de três derrotas seguidas no campeonato nacional e ainda terá quatro desfalques: o atacante Fredy Bareiro, lesionado, o zagueiro Jorge Núñez, gripado, além do volante Luis Cáceres e o defensor César Benítez, poupados pelo técnico Leonardo Astrada. Luis Cardozo e Javier Villareal são os prováveis substitutos dos dois atletas poupados. Já o Deportivo Táchira, que também ainda não venceu na competição, precisa dos três pontos para ainda sonhar com a vaga à próxima fase. Questionado pelos últimos resultados, o treinador Jorge Luis Pinto poderá ter o retorno do atacante Edgar Pérez Greco e do volante Sebastián Hernández, recuperados de contusão. Confirmado está o atacante Julio Gutiérrez, autor dos dois gols na derrota por 4 a 2 para o Colo Colo.

Prováveis escalações:

Deportivo Táchira: Manuel Sanhouse; Gerzon Chacón, Walter Moreno, Andrés Rouga, José Yegüez; Diego Guerrero, Pedro Fernández, Jorge Casanova, Mauricio Parra (o Edgar Pérez Greco); Julio Gutiérrez e Sergio Herrera. Técnico: Jorge Luis Pinto

Cerro Porteño: Diego Barreto; Iván Piris, Mariano Uglessich, Pedro Benítez, Luis Cardozo; Rodrigo Burgos, Iván Torres, Javier Villareal, Julio Dos Santos; Juan Iturbe e Roberto Nanni. Técnico: Leonardo Astrada

Céu ou inferno

Fora das atenções dos brasileiros, Unión Española recebe o Caracas nesta quarta-feira, às 19h30m (horário de Brasília), no estádio Santa Laura, pelo embolado Grupo 4 da Libertadores. Tanto o time chileno, lanterna da chave com quatro pontos, quanto a equipe venezuelana, terceira colocada com seis pontos, podem até terminar a rodada na zona de classificação, já que os dois primeiros colocados do grupo, Universidad Católica e Vélez Sarsfield, respectivamente com sete e seis pontos, se enfrentam na quinta-feira. Mas quem perder ficará mais distante da classificação.

Prováveis escalações:

Unión Española: Eduardo Lobos; Luis Pedro Figueroa, Leandro Delgado, Rafael Olarra, Fernando Cordero; Gonzalo Villagra, Braulio Leal, Martín Ligüera; Raúl Estévez, Sebastián Jaime e Leonardo Monje. Técnico: José Luis Sierra

Caracas: Renny Vega; Giovanny Romero, Franklin Lucena, Julio Machado, Rohel Briceño; Juan Guerra, Edgar Jiménez, Alexander González, Ángelo Peña; Nelson Barahona e Luis Cabezas. Técnico: Ceferino Bencomo
 

Leia Também