CAMPEONATO BRASILEIRO

Santos e Botafogo duelam para seguir na caça aos líderes

Santos e Botafogo duelam para seguir na caça aos líderes
09/09/2010 21:31 -


São Paulo

Empatados com 31 pontos e dispostos a manterem a perseguição a Fluminense e Corinthians, Santos e Botafogo fazem confronto direto na luta pelo título do Campeonato Brasileiro hoje, às 20h (MS), no Pacaembu, em São Paulo (SP), pela vigésima rodada da competição. O Peixe está melhor colocado e iniciou a rodada na terceira posição, duas acima do Glorioso, por levar vantagem nos critérios de desempate.
As duas equipes estão vindo de empates que tiveram sabor amargo. O Botafogo ficou no 2 a 2 com o Grêmio depois de ir para o intervalo vencendo por 2 a 0. Já o Santos empatou sem gols com o Flamengo em um confronto onde escapou da derrota, uma vez que o rival perdeu muitas oportunidades de gol. O equilíbrio entre santistas e botafoguenses é tanto que os dois empataram por 3 a 3 na estreia na competição.
Para este compromisso o Santos contará com o retorno do atacante Neymar, que cumpriu suspensão diante do Flamengo e volta na vaga de Zezinho, com Zé Eduardo sendo recuado para o meio de campo.
Pelo lado do Botafogo, Joel Santana segue sem poder contar com o volante Somália, com uma lesão na coxa direita, e com o atacante Jobson, que se recupera de estiramento na coxa esquerda. Com isso, a tendência é o treinador repetir a escalação contra o Grêmio.
A rodada terá ainda os seguintes jogos: Vasco x Atlético-MG e Grêmio Prudente x Avaí.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".