sexta, 20 de julho de 2018

Santos Dumont registra 29 cancelamentos e 27 atrasos

12 AGO 2010Por 14h:45
     

O Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, registra 29 cancelamentos e 27 atrasos de mais de meia hora no comçe da tarde desta quinta-feira (12). As informações são do balcão da Infraero.

O aeroporto chegou a fechar por quase uma hora após um jato se acidentar no pouso, na manhã desta quinta-feira (12).

Das 82 partidas previstas até as 13h32, 14 voos foram cancelados e 16 estão com atrasos de mais de meia hora. Já das 75 chegadas, 15 foram canceladas e 11 apresentam atrasos de mais de meia hora.

A Ocean Air Táxi Aéreo divulgou nota informando que a aeronave Learjet 55, prefixo PT-LXO, deslizou na pista quando pousava no Santos Dumont, e caiu de baixa altitude nas águas da Baía da Guanabara. O acidente aconteceu às 9h16.

Segundo a nota, os três tripulantes foram resgatados sem ferimentos e encaminhados para avaliação médica, com acompanhamento da empresa. A Ocean Air Táxi Aéreo diz que já iniciou as investigações para apurar o motivo do acidente.

A assessoria de imprensa da Infraero em Brasília informou que o jato já havia decolado do Aeroporto Santos Dumont, em direção ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, e teve que retornar por causa de um problema. A Infraero, entretanto, não divulgou o que aconteceu. De acordo com a Infraero, as ações iniciais de investigação já começaram a ser executadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Ainda segundo a Infraero, uma pista ao lado de onde caiu o avião de pequeno porte foi liberada para manobras de pouso e decolagem por volta das 10h30. As manobras haviam sido suspensas mais cedo por causa do acidente.

Infraero esclareceu também que está se empenhando junto com a empresa aérea e o Corpo de Bombeiros em apoiar a retirada do equipamento do local. Dois guindastes já foram colocados próximo à aeronave.

Inicialmente, a informação dada por bombeiros era de que o acidente havia acontecido durante a decolagem. Ainda não há informações sobre o que teria provocado o acidente.

Duas lanchas do Grupamento Marítimo (G-Mar) dão apoio à operação de resgate.

Leia Também