segunda, 23 de julho de 2018

Santistas só pensam em festejar neste domingo

1 MAI 2010Por 13h:15
     

        Da redação

        O Santos volta neste domingo ao Pacaembu, às 16 horas, para encerrar um duelo desigual com o Santo André. Apoiado por mais de 35 mil torcedores, pode até perder por um gol de diferença que será o campeão paulista de 2010. Com tanto favoritismo, o time da Vila já prepara a festa e, após ter trabalho no primeiro jogo, quer repetir as atuações de gala que marcaram sua trajetória no Estadual.
        Em 22 jogos, a equipe de Dorival Júnior não perdeu por dois gols de diferença. Foram apenas duas derrotas, para Mogi Mirim (2 a 1) e Palmeiras (4 a 3).
        O time santista ainda terá a volta de Neymar, que machucou o olho direito e saiu no intervalo da vitória de virada por 3 a 2, no primeiro confronto. Principal estrela entre os Meninos da Vila, o atacante de 18 anos busca seu primeiro título como profissional.
        No meio de semana, sem o camisa 11, Robinho e Ganso assumiram a responsabilidade e tiveram boa atuação na derrota por 3 a 2 para o Atlético-MG, pela Copa do Brasil. Em um teste difícil, diante do Mineirão lotado, o time se impôs contra os atleticanos e conseguiu amenizar o tropeço, em noite inspirada de Diego Tardelli (autor de três gols).
        André, cuja entrada foi decisiva no primeiro jogo com o Santo André, teve atuação discreta em Minas e deve voltar para o banco na partida deste domingo. Mesmo na condição de artilheiro do Santos no Estadual, com 13 gols, o atacante ainda tenta se firmar no badalado ataque alvinegro.
        Para Paulo Henrique Ganso e Neymar, que no ano passado participaram da campanha que resultou no vice-campeonato no Estadual, é a chance da redenção. No mesmo Pacaembu, os dois iniciaram como titulares contra o Corinthians, mas acabaram substituídos e não evitaram o empate por 1 a 1, insuficiente após a derrota por 3 a 1 na Vila.
        ATAQUE CENTENÁRIO 

        Dono de 98 gols na temporada, o Santos pode chegar ao centésimo neste domingo, no Pacaembu. Neymar, que pode jogar com um óculos especial para proteger os olhos, é o principal goleador, com 21 (12 no Estadual e 9 na Copa do Brasil).
        Em apenas meio ano, o jovem time santista igualou os números da última temporada - ao longo de 2009, o Santos marcou os mesmo 98 gols. Sensação do primeiro semestre, os garotos da Vila encantaram o País com goleadas inesquecíveis. No Estadual, chegaram a aplicar 9 a 1 no Ituano. Pela Copa do Brasil, o Guarani, que este ano volta à Série A, apanhou de 8 a 1.
        MISSÃO IMPOSSÍVEL 

        Para tentar uma improvável surpresa no Pacaembu, o Santo André sabe que precisa de atuação ainda melhor que a do jogo de ida. Com um primeiro tempo impressionante, o time do ABC poderia ter confirmado uma zebra histórica. Mas perdeu boas chances e sucumbiu na etapa final.
        "Acreditamos ser possível reverter o placar. Também sabemos que para isso precisamos ser muito eficientes nas oportunidades que surgirem na partida", disse o técnico Sérgio Soares, que lamentou a falta de pontaria de seu ataque. (Do Estadão)
        
        

Leia Também