terça, 17 de julho de 2018

Santa Casa de Campo Grande está com superlotação

19 JUL 2008Por 19h:45
     

                 Jucyllene Castilho

                  

A Santa Casa de Campo Grande não está com mais vagas e já começa a passar por uma situação de superlotação, tudo isso por causa da falta de suporte oferecido nos hospitais do interior do Estado, dentre equipamentos e médicos. Do início de julho até ontem (18/07), foram registradas 53 solicitações e todas foram encaminhados normalmente por meio de solicitação pela Central de Vagas da Santa Casa ou usando de subterfúgio por meio dos postos de saúde.


                 

Essa situação reflete diretamente na qualidade do atendimento prestado pelo hospital às pessoas que aqui chegam em busca de auxílio. Esse é o caso de pacientes gestantes que aguardam vaga na UTI (Unidade de Terapia Interativa) Neonatal. Outro exemplo é o de pacientes que são encaminhados de Dourados para Campo Grande, sem sequer haver uma solicitação de vaga no hospital, pelo Ministério Público daquela cidade, e não há uma cobrança efetiva sobre o credenciamento de instituições hospitalares que dispõe de profissionais habilitados e que façam o atendimento aos casos de neurologia e trauma-ortopedia naquele município.


                 

De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa, o Pronto Socorro da mesma esta enfrentando problemas sérios no atendimento á população, pois sua capacidade é para 20 pacientes, entretanto, diariamente, ficam no setor pelo menos 50 pacientes.

Leia Também