Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVISÃO

‘Sangue virtual irá correr em rede social’ na campanha eleitoral e 2014

‘Sangue virtual irá correr em rede social’ na campanha eleitoral e 2014
13/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


A utilização da rede social Facebook na campanha eleitoral deste ano deverá ser marcada pelo “exército de fakes” que estarão a postos para fazer correr o “sangue virtual” de adversários, segundo reportagem na edição de hoje (13) do jornal Correio do Estado.

O presidente estadual do PSD, ex-senador Antonio João Hugo Rodrigues, disse que a mídia virtual não terá o mesmo papel das eleições de 2010 e 2012 justamente porque os polítics aprenderam a usar a ferramenta de forma negativa.

Nesta campanha eleitoral de 2014 a previsão é que a outrora mobilização de simpatizantes dê lugar a profissionais pagos para criar perfis falsos com a finalidade de desmoralizar rivais políticos.

O ex-senador lembra que esse mau uso da rede social pode ser constatado em Campo Grande. “Por exemplo, o Alcides Bernal (prefeito da Capital) colocou 100 fakes para xingar todo mundo”, comentou. “Na campanha eleitoral vai ser uma guerra, vai correr o sangue virtual. Será uma carnificina”, emendou.

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) também acredita que o uso do Facebook por postulantes a cargos políticos será uma batalha ofensiva. Ele afirma, porém, que liberdade de expressão tem limite.

Juridicamente, o advogado Alexandre Bastos ressaltou que a “rede social não é um ambiente livre”, onde todos fazem o que desejam sem que isso acarrete punições. A reportagem é de Tavane Ferraresi e Roberta Cáceres.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!