Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

TRÊS lagoas

Sanesul pode não ter concessão renovada

15 NOV 2010Por Rose Rodrigues, Três Lagoas00h:00

Depois de 30 anos de serviços, a Sanesul pode perder concessão em Três Lagoas. O contrato vence em janeiro de 2011 e a cidade está se mobilizando para discutir a renovação ou não dos serviços. Durante audiência pública, na Câmara Municipal, o assunto dividiu opinião de autoridades e população, que lotou o plenário.
A ideia do Legislativo foi detalhar as questões de abastecimento, qualidade, tarifa de água e esgoto e investimentos.

Para o vereador Jorge Martinho, que coordenou a audiência, além da tarifa abusiva, o principal problema é a qualidade da água que vem apresentando índices inadequados de potabilidade. Uma das propostas é que a Prefeitura de Três Lagoas adote a municipalização do serviço. Conforme alegam os vereadores, a arrecadação não fica na cidade.

A prefeita Márcia Moura descartou a municipalização do serviço, uma vez que o município não tem infraestrutura, tampouco qualificação para a tarefa. "Não temos condições de preparar alguma coisa agora, de afogadilho. Esta é uma decisão que terá que ser muito bem pensada se decidirmos adotá-la no futuro", disse. Mais além, explicou que a Sanesul passa por uma fase de reestruturação, o que demanda investimentos e que também tem dívidas que não tem como serem absorvidas pelo Executivo.
A prefeita explicou que se a população decidir por nova licitação administrativa do serviço de abastecimento de água e esgoto em Três Lagoas, alerta que vai ter que pagar tarifa mais cara, ao comparar o valor praticado pela empresa que explora o serviço na Capital com as da Sanesul em Três Lagoas.

Leia Também