Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Crédito

Sancionada lei que autoriza Estado a fazer empréstimo de até R$ 1 bilhão

23 AGO 12 - 12h:00Notícias MS

O governador André Puccinelli sancionou a lei proposta pelo Executivo e aprovada pela Assembleia Legislativa, que autoriza o Governo do Estado a fazer operação de crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito dos Programas BNDES Estados e Proinveste. Os recursos serão empregados em projetos como a construção de um hospital-escola, pavimentação e restauração de rodovias.

A lei, de número 4.243, autoriza empréstimos até o limite de R$ 1,090 bilhão. Na mesma semana em que o projeto entrou em votação, o Ministério da Fazenda confirmou para Mato Grosso do Sul a ampliação da capacidade de endividamento em R$ 959 milhões. O benefício anunciado para 17 estados representa, ao todo, a revisão do teto da dívida em R$ 42,225 bilhões.

Os investimentos serão destinados à infraestrutura, saneamento ambiental, habitação e mobilidade urbana. O governador anunciou que existem vários projetos de pavimentação e recuperação viária já elaborados, assim como a proposta de construção do hospital-escola da UEMS, inclusive com os projetos executivos e estudos ambientais adiantados.

A lei traz ainda as condições de prestação de contragarantia do Estado à União na operação de crédito. O montante estipulado na solicitação foi de R$ 1,090 bilhão, mas o governador explicou que não haverá prejuízo aos investimentos em relação ao teto autorizado pelo Ministério da Fazenda.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza
PRÉDIO RUIU

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Juiz extingue ação contra Alckmin por supostos desvios de R$ 3 bi do Fundeb

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião