Domingo, 17 de Dezembro de 2017

SECAS E CHEIAS

Salas de Situação são implantadas em MS

22 JAN 2014Por AGÊNCIA BRASIL12h:05

Mato Grosso do Sul começou a receber equipamentos para implantação da Sala de Situação, um projeto que vista reforçar o monitoramento a eventos críticos (secas e cheias), mediante parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA). A previsão é que a Sala de Situação entre em operação até 31 de janeiro.

As Salas de Situação monitoram chuvas, rios e reservatórios. Os dados sobre chuvas e rios são coletados pelas PCDs instaladas pela ANA, junto com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e apoio dos estados, em locais considerados estratégicos. As informações são enviadas à Sala de Situação da ANA e compartilhadas com essas estruturas estaduais e outros órgãos e instituições do sistema de prevenção a desastres naturais.

Na parceria feita com os estados, a ANA oferece acesso ao banco de dados hidrológicos da Agência, equipamentos para as Salas de Situação e treinamento. Além disso, novas PCDs, que passam a integrar a Rede Hidrometeorológica da ANA, são instaladas para reforçar a coleta dos dados. Os estados, por sua vez, entram com o local de funcionamento das Salas de Situação e os especialistas que a operam. Ainda faltam inaugurar Salas de Situação no Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo e no Distrito Federal.

Leia Também