segunda, 16 de julho de 2018

TRABALHADORES

Salário mínimo só vai ultrapassar R$ 600 em 2012, prevê Dilma

4 NOV 2010Por Edivaldo Bitencourt01h:30

A presidente eleita Dilma Rousseff afirmou,  ontem, que o Governo poderá conceder um reajuste maior para o salário mínimo a partir de 1º de janeiro. Ao lado do  presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante entrevista coletiva, ela garantiu que o salário  mínimo deverá ultrapassar R$ 600 em 2012 e atingir R$  700 até 2014.

Dilma sinalizou que manterá o atual sistema de reajuste do salário, que é a reposição da inflação acumulada nos últimos 12 meses e mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Como em 2009, o crescimento da economia brasileira foi zero, a nova presidente afirmou que vai tentar encontrar uma alternativa para conceder reajuste maior. "Estamos avaliando. Vamos ver se é possível fazer essa compensação", garantiu.

Pela proposta encaminhada pelo Governo federal ao Congresso, o novo mínimo teria aumento de 5,5% em 2011, passando dos atuais R$ 510 para R$ 538,13. O relator do projeto na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, deputado Bruno Araújo (PSDB/PE), propôs elevar o valor para R$ 540. O relator-geral do Orçamento, senador Gim Argello (PTB/DF) antecipou que manterá a proposta de R$ 540.

Ganho real
Dilma sinalizou que o reajuste do salário mínimo em 2011 pode ser maior. No entanto, o valor só deverá atingir R$ 600, como prometeu o candidato tucano José Serra, derrotado no segundo turno, em 2012. No entanto, a presidente ainda não anunciou qual será o novo salário mínimo a partir de janeiro.

Já o valor para 2012 terá um ganho significativo, já que incluirá o crescimento do PIB deste ano. O mercado e o Banco Central estimam que a economia brasileira deverá crescer de 7% a 8%.

Durante a entrevista, ela afirmou que o mínimo deverá passar de R$ 700 em 2014, último ano do seu mandato. A previsão da petista é de que o PIB do Brasil cresça 4,5% no próximo ano. Esta taxa de crescimento será usada para reajustar o mínimo para 2013, que ficaria em torno de R$ 650. E se for mantido o nível de evolução do PIB, o trabalhador teria um salário mínimo superior a R$ 700 em 2014.

Mato Grosso do Sul
Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) 2009 do IBGE, 508 mil trabalhadores com mais de 10 anos de idade recebem de um a dois salários mínimos em Mato Grosso do Sul. São 288 mil homens e 220 mil mulheres. Dos empregados, 114 mil recebem de meio a um salário mínimo por mês. Já os trabalhadores domésticos, 26 mil ganham de R$ 510 a R$ 1.020 por mês.

Leia Também