Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 14 de dezembro de 2018

cana-de-açúcar

Safra deve crescer 2,11% no Centro-Sul

31 MAR 2011Por agência brasil15h:00

A próxima safra cana-de-açúcar do Centro-Sul do país será 2,11% maior do que a anterior. Entre 2011 e 2012, 568,5 milhões de toneladas de cana serão moídas na região. O volume representa 18 milhões de toneladas a mais do que o moído entre 2010 e 2011 (556,7 milhões de toneladas).

A projeção foi divulgada hoje (31) pela União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica). Segundo a entidade, o aumento da produção deve-se ao início das atividades de cinco novas unidades produtoras de cana nos estados de Mato Grosso do Sul, Goiás e São Paulo.

Para a Unica, porém, o crescimento poderia ser ainda maior se problemas não tivessem afetado a produtividade das lavouras de cana na Região Centro-Sul. A longa estiagem do ano passado, segundo a entidade, prejudicou a qualidade da cana que está pronta para colheita e também a renovação das lavouras.

Essa quebra de safra deve prejudicar, principalmente, a produção de álcool hidratado, que é usado como combustível. A Unica estima uma queda de 4,11% na quantidade de litros do combustível produzido nesta safra na comparação com a passada. Isso também se deve à perda de competitividade do álcool ante a gasolina nos postos do país.

Em compensação, o mercado de açúcar está aquecido e a produção deve aumentar. Na próxima safra, ela será 3,25% maior do que na safra passada, segundo as projeções da Unica.

A produção de açúcar, contudo, ainda é o destino de menos da metade da cana colhida no Centro-Sul do país. Nesta safra, 45,3% da cana colhida serão destinados ao açúcar. Os 54,7% restantes são usados na produção de etanol.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também