Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 24 de fevereiro de 2019 - 02h16min

'Sacolinhas' são pagas pelo consumidor, diz deputado

23 OUT 09 - 17h:12
     

         

         

O projeto que acaba com a distribuição indiscriminada de sacolas plásticas vai também acabar com uma cobrança que acontece sem o consumidor se dar conta. É o que afirma o deputado estadual Paulo Duarte (PT).

?As sacolas não são dadas de graça. O preço vem embutido nos produtos. Agora, se alguém quiser levar na sacola plástica, vai pagar separado. Vou estimular o consumo consciente?, disse.

Convidado pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), ele apresentou ontem a proposta justamente aos empresários que atuam no ramo de fabricação de materiais plásticos e, apesar de ter recebido algumas críticas, disse que em geral o projeto foi bem aceito até mesmo por esses empresários.

De acordo com o deputado, uma grande rede de supermercados gasta R$ 5 milhões por ano com a compra de sacolas, preço que acaba diluído entre os produtos que estão nas prateleiras.

         

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Promotoria abre inquérito após shopping de SP pedir autorização para apreender meninos de rua

BRASIL

Chanceler diz que ação na Venezuela não tem caráter intervencionista

Mãos que falam:
LUIS PEDRO SCALISE

Mãos que falam: "Em tempos de Dieta"

VENEZUELA

Maduro discursa para apoiadores e critica ajuda humanitária

Mais Lidas