Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

VEÍCULOS

SAAB quer operar no Brasil em 2011

12 OUT 2010Por 15h:10

A fabricante de carros sueca, Saab, pertencente a holandesa Spyker, anunciou que pretende começar a vender seus carros no Brasil e México no primeiro semestre de 2011. A montadora afirmou ainda interesse em retornar à China e Rússia, após a participação nesses dois países ter sido interompida pela General Motors (proprietária da marca até fevereiro), durante a crise econômica iniciada em 2008.

Em entrevista ao site Bloomberg, o diretor-executivo de vendas da Saab, Adrian Hallmark, afirmou que a empresa pretende se tornar rentável até 2012 e está se concentrando agora em se restabelecer nos Estados Unidos e na Europa, mas mercados em crescimento, como a China e Brasil, serão a chave do sucesso a longo prazo.

De acordo com Hallmark, a entrada nesses países seria feita primeiramente em parceria com fabricantes locais e no caso da China será analisada a viabilidade da instalação de uma fábrica em 2012. No ano passado a GM vendeu à montadora chinesa BAIC (Beijing Automotive Industry Holding Group) os direitos de tecnologia da Saab, incluindo powertrain (conjunto motor e transmissão) e ferramentaria.

"Se nós só importarmos na China venderemos de 2 mil a 5 mil carros por ano", disse ele. "Se fabricarmos no mercado chinês poderiamos ter um salto de 50 mil carros por ano”. O plano de expansão, que inclui a América do Sul, visa dobrar as vendas da marca e atingir, até 2012, o patamar de 120 mil unidades comercializadas no mercado global.

Hallmark afirma que a chave para a expansão nos novos mercados será o novo Saab 9-3, sedã de porte médio que está previsto para ser lançado em 2012. O recomeço da Saab foi marcado pela chegada do novo sedã 9-5 (último modelo desenvolvido em parceria com a Opel, sob a base do Insignia). Para 2011 está previsto o lançamento do crossover 9-4X.

Leia Também