Segunda, 18 de Dezembro de 2017

em 2013

S10 tem o seguro mais caro entre os 20 carros mais vendidos

13 JAN 2014Por 09h:30

Um cálculo elaborado pela corretora Economize no Seguro, a pedido da Revista Exame, mostrou um dado bastante interessante para o consumidor de veículos. Após realizar mais de 1.400 cotações com o intuito de calcular o valor médio dos seguros dos 20 carros mais vendidos do Brasil, o órgão chegou à conclusão que o veículo nacional com o seguro mais caro é a picape Chevrolet S10, enquanto o mais barato também é fabricado pela montadora norte-americana. Trata-se do Onix.

Para chegar à conclusão de quais são os 20 carros mais vendidos do Brasil, o órgão baseou-se nos números apresentados pela Federação Nacional dos Fabricantes de Veículos (Fenabrave). A partir desse ponto, os critérios avaliados passaram a ser a incidência de roubo dos modelos, o custo das peças de reposição e o perfil do cliente que adquire cada modelo avaliado.

A conclusão foi de que os carros que são utilizados para o trabalho estão sujeitos a um risco maior e, tratando-se de um utilitário, a S10 fatalmente acaba por ser usada para trabalho, o que aumenta sua exposição e, consequentemente, os riscos em torno da picape da Chevrolet.

Dentro do chamado ‘perfil do cliente’, a corretora criou a imagem de um homem solteiro, com cerca de 35 anos de idade, que tenha garagem em casa e no trabalho (fatores que normalmente diminuem o custo de um seguro de autos), more em um apartamento, em um prédio que conte com o auxílio do portão automático. Para dar um pouco mais de realismo ao teste, a corretora utilizou como base modelos zero quilômetro, sempre em suas versões mais básicas e que tenham alarme. O pernoite teve como base CEPs de cinco regiões da cidade de São Paulo.

Houve cotações em 14 das maiores corretoras de seguro que operam em território brasileiro e a base foi feita a partir da cobertura do valor total do carro, em até R$ 50 mil para danos materiais, dobrando esse valor em caso de danos corporais, além de assistência 24 horas e reposição de vidros.

Leia Também