Sexta, 22 de Junho de 2018

Rússia suspende compra de carne de frigoríficos de MS

9 SET 2010Por 21h:24
VERA HALFEN, ADRIANA MOLINA

A Rússia proibiu a importação de carne bovina e de frango de várias unidades processadoras do Brasil, incluindo a JBS, a maior produtora de carne do mundo, a partir de hoje. Em Mato Grosso do Sul, as unidades de Campo Grande e Naviraí estão desabilitadas. Outras duas plantas, localizadas em Barra do Garças e Araputanga, ambas no Mato Grosso, também não poderão exportar o produto. A proibição, segundo a agência sanitária russa Rosselkhoznadzor, vale a partir desta quarta-feira. A decisão surgiu depois que carnes bovinas e de frango dessas unidades apresentaram registros do antibiótico oxitetraciclina, E-coli e listeria.
De janeiro a julho deste ano, o volume exportado por Mato Grosso do Sul para a Rússia soma US$ 101 milhões. No mesmo período do ano passado, as vendas somaram US$ 116 milhões.
Também outra fábrica da JBS – não foi mencionada qual delas – será proibida de vender carne bovina e suína ao país a partir de 14 de setembro por causa da presença das bactérias listeria e salmonella em seus produtos. Existem outras fábricas da JBS nessas três listas, que ainda mantêm permissão para enviar carne à Rússia, mas algumas delas estão passando por controles mais rigorosos, informa o site russo.
A Rússia concedeu permissão para 126 fábricas brasileiras fornecerem carne bovina ao país, incluindo-se 104 fornecedores de carne de frango e 62 de suínos, segundo a agência sanitária.
Em nota, a JBS frisa que “desconhece o motivo da desabilitação e comunica que manterá o fornecimento aos clientes daquele país através de outras plantas habilitadas no Brasil e nas demais plataformas de produção que a companhia possui em países habilitados para o mercado da Rússia. Dessa forma, a JBS acredita que o impacto financeiro resultante das medidas tomadas pelas autoridades russas tende a ser pouco relevante para a companhia.”

Leia Também