Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Ronaldo começará no banco em sua despedida pela seleção brasileira

20 MAI 2011Por ig03h:00

A despedida de Ronaldo em campo pela seleção brasileira será bem curta. O ex-jogador deve atuar entre dez a 15 minutos contra a Romênia, dia 7 de junho, no Pacaembu - ele não começará o jogo como titular, entrará no final do primeiro tempo e receberá uma homenagem no intervalo.

“Não vou pedir cuidado especial a ele. Ele tem uma clara noção do que vai significar esse jogo a ele. Não vamos fazer nesse período, o que ele tava conseguindo fazer até agora. Não é hora da exigência, e, sim, do carinho, da grande oportunidade de conviver com ele nas últimas horas como jogador”, disse Mano Menezes. Para deixar claro que Ronaldo apenas será homenageado, Mano nem o incluiu na lista de 28 jogadores convocados para os dois amistosos – antes, dia 4 de junho, o Brasil enfrenta a Holanda em Goiânia.

Mano contou que conversou com o jogador e que a decisão de jogar pouco foi conjunta. O ex-atacante, que anunciou a aposentadoria em fevereiro, treinará por um período no CT do Corinthians, que será a casa da seleção antes do jogo contra os romenos. Mesmo assim não estará em condições físicas idéias, avaliou a comissão técnica (os romenos terão o time principal). Um dia antes da partida, dia 6 de junho, ele também receberá homenagem em um hotel da capital paulista.

“Vamos jogar contra a Romênia, em jogo que servirá de preparação para a Copa América, e como vocês (jornalistas) gostam de falar precisamos ganhar”, disse o treinador.

A lista apresentada nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, servirá de base para a disputa da Copa América, em julho, na Argentina. Foram chamados 28 atletas, mas seis (ou até sete, dependendo da recuperação de Paulo Henrique Ganso) serão cortados após a partida contra a Romênia.

Leia Também