terça, 14 de agosto de 2018

PROGRAMA NA ARGENTINA

Ronaldinho não dança e faz só tabelinha

18 MAI 2011Por g109h:20

Uma das atrações do "Bailando por um Sueño", uma espécie de "Dança dos Famosos" na tv argentina, Ronaldinho Gaúcho ficou devendo uma performance, mas roubou a cena em sua participação no evento, que teve, na gravação desta terça-feira, a presença do ex-campeão mundial de peso pesado Mike Tyson. Segundo informações postadas no blog do programa, o craque do Flamengo limitou-se a exibir sua classe com a bola e declarou ser torcedor do Boca Juniors, fundamentalmente por uma de suas inspirações no futebol: Diego Armando Maradona.

O compromisso não atrapalhou o treino do Flamengo nesta quarta-feira. O jogador chegou ao Ninho do Urubu às 9h40m, 20 minutos antes do horário marcado para a atividade.

- Diego Maradona era meu maior ídolo e sempre fui admirador do Boca. Riquelme é outro grande amigo - salientou ao apresentador Marcelo Tinelli, que frisou ser Ronaldinho "um dos poucos brasileiros admirados na Argentina".

O craque do Fla completou em seguida, procurando retribuiu o carinho.

- Não poderia deixar de vir aqui. As crianças e todos os argentinos sempre me recebem muito bem. Ter a possibilidade de vir a esse país me deixa muito feliz - reforçou o meia-atacante rubro-negro, que entrou em cena por volta de 0h20 de Brasília.

Ainda no campo dos elogios aos hermanos, Ronaldinho aproveitou para exaltar seu ex-companheiro de Barcelona, Lionel Messi. O astro argentino, segundo ele, é "um craque". A equipe espanhola, inclusive, também não passou em branco para Gaúcho, que a considera a melhor do mundo no momento.

Apesar de não contar com a ‘atuação’ do jogador brasileiro, o concurso de dança do programa tem atrações ‘estrelares’, como a atriz Pamela Anderson e a modelo paraguaia Larissa Riquelme, entre os 30 participantes.

Tyson ao lado de sua esposa (Foto: agência AFP)Ao contrário do craque do Fla, o pugilista Mike Tyson encarou o desafio e conseguiu ótima pontuação dançando com a esposa Lakiha Spicer.

- Estamos contentes e agradecidos por estar na Argentina. Não somos dançarinos profissionais, mas temos muito valor e não temos medo de fazer nada - destacou.

Leia Também