CIDADES

Rodoviária ativada em meio a grande festa

Rodoviária ativada em meio a grande festa
02/02/2010 23:31 - KARINE CORTEZ


“Foi o maior presente que Campo Grande e o Estado poderiam ter recebido. Isso representa o progresso de nossa cidade”, disse a primeira passageira a embarcar no novo Terminal Rodoviário Senador Antônio Mendes Canale, a auditora Júlia Machinsfg, 44 anos. Ela foi recepcionada na madrugada da última segunda-feira com uma taça de champagne, pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB). O brinde aconteceu à porta do ônibus da Viação Andorinha, que seguiu para Corumbá nos primeiros quinze minutos do mês de fevereiro, ativando, oficialmente, o novo terminal. Além de champagne, os passageiros receberam no terminal de embarque sacola contendo bombons, salgadinhos, água, caneca personalizada com o nome do novo terminal e livros sobre Campo Grande. Queima de fogos e seresta também abrilhantaram a festa. Mas não só de beleza foi marcada a data histórica para a Capital, pois milhares de pessoas foram até o local apenas para participar da solenidade de inauguração, o que acabou gerando tumulto, empurraempurra e atraso de passageiros que se misturavam aos curiosos e não conseguiam chegar até a plataforma de embarque. Sozinha, carregando malas e sacolas, a aposentada Maria Auxiliadora da Silva, 65 anos, quase não conseguiu embarcar para Adamantina (SP) e chegou no momento em que o ônibus já ia sair. “Foi difícil achar meu ônibus. Mas graças a Deus consegui chegar a tempo, e essa rodoviária é realmente linda”, disse. Entre os curiosos estava o casal Luciana Zibordi, 40 anos, e Jeferson Moreno, 32 anos, que mora na região central. “Viemos apenas para ver a inauguração, conhecer as lojas e o funcionamento do terminal. Afinal, esse é um marco histórico para nossa cidade”, disse Jeferson. Já Luciana aposta em que a bela aparência do novo terminal vai atrair boas vibrações. “Na rodoviária velha as vibrações eram muito negativas por causa da marginalidade e da prostituição que tinha no entorno. Agora, esse local vai ser mais um cartão-postal de Campo Grande”, salientou. Motoristas Jamir Medina, 40 anos, trabalha como motorista há 12 anos e estava conduzindo o primeiro ônibus a deixar o novo terminal rodoviário com destino à cidade de Corumbá. “Esse local é bem melhor. Aqui é mais amplo, mais moderno e pode ter certeza que não sentirei falta da rodoviária velha”, disse. Já o motorista Cláudio Aparecido Claudino, 43 anos, elogiou a nova forma de embarque que permite a apenas passageiros se aproximarem dos ônibus. “O fato de só entrar passageiros aqui no embarque dá muito mais segurança para nós”, enfatizou.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".