Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TRECHOS CRÍTICOS

Rodovia BR-262 vai receber terceira pista, segundo Dnit

26 MAR 11 - 00h:05DA REDAÇÃO

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Mato Grosso do Sul, Marcelo Miranda Soares, confirmou oficialmente ao deputado estadual Roberto Rocha (PMDB) que a implantação de mais uma pista em trechos mais críticos já se encontra na fase de audiência pública para a licitação das obras do Programa Crema. 

Assim, está prevista a execução da pavimentação de terceiras faixas de rolamento em segmentos onde os estudos julgarem necessários, principalmente em locais onde as ultrapassagens ficam mais perigosas, como lombadas e curvas.

A construção de uma terceira faixa nos pontos críticos da rodovia entre Três Lagoas e Campo Grande foi solicitada pelo parlamentar, segundo sua assessoria. 

A rodovia

Importante via de escoamento de Mato Grosso do Sul, a Rodovia BR 262 teve um grande aumento no fluxo de veículos, principalmente caminhões, no trecho entre Campo Grande e Três Lagoas, já que dá acesso ao estado de São Paulo, grande centro consumidor. O aumento na quantidade de veículos também provocou o crescimento no número de acidentes graves, na maioria das vezes em ultrapassagens.

A BR-262  interliga os estados do Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Ela começa em Vitória no estado do Espírito Santo, passa por Belo Horizonte, Uberaba, Três Lagoas e Campo Grande e termina em Corumbá, junto à fronteira com a Bolívia.

A estrada percorre 195,5 km no estado do Espírito Santo, 999,8 km no estado de Minas Gerais, 316,7 km no estado de São Paulo e 783 km no estado de Mato Grosso do Sul. Entre Belo Horizonte e João Monlevade, a BR-262 e a BR-381 se unem, formando uma única rodovia.

Até 1964, no sistema antigo de numeração das rodovias federais, a atual BR-262 era conhecida como BR-31.O asfaltamento do trecho entre Belo Horizonte e Vitória foi concluído em 1968. O trecho entre Três Lagoas, Campo Grande e Corumbá foi concluído anos em 1986.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vereadores reprovam aditivo <br>à obra do Reviva Centro
"MUITO CARO"

Vereadores reprovam aditivo
à obra do Reviva Centro

Menino de 11 anos morre em UTI e é a 5º vítima de dengue
DOURADOS

Menino de 11 anos morre em UTI e é a 5º vítima de dengue

POLÍTICA

Bolsonaro se reúne com seis presidentes sul-americanos

Cúpula regional deve formalizar criação do Prosul
Raio mata 21 cabeças de gado no pasto em Aparecida do Taboado
DESCARGA ELÉTRICA

Raio mata 21 cabeças de gado em Aparecida do Taboado

Mais Lidas