Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Robinho treina entre os titulares e quer jogar domingo

Robinho treina entre os titulares e quer jogar domingo
02/04/2010 22:57 -


Santos, SP

Dorival Júnior pensava em poupar Robinho na partida contra o São Caetano, domingo, às 17h30min, no Anacleto Campanella. Porém, o treinador parece ter sido convencido pelo atacante. O camisa 7 atuou na equipe titular, em treinamento coletivo realizado na manhã de ontem, no CT Rei Pelé.
Robinho ocupou a vaga de Paulo Henrique Ganso, que cumpre suspensão diante do time do ABC. Com isso, Dorival voltou a testar três atacantes em campo, já que o Rei das Pedaladas atuou ao lado de Neymar e André.

O camisa 7 ficou de fora das últimas quatro partidas (Remo, Ituano, Botafogo-SP e Monte Azul) devido a uma inflamação na coxa esquerda. Ele realizou tratamento no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol) durante uma semana.
Mesmo recuperado, Dorival trabalhava com a possibilidade de preservar o atacante na partida de domingo para que o atacante realizasse trabalhos de aprimoramento físico durante a semana.

Robinho manifestou publicamente o desejo de retornar ao Santos na véspera do treinamento coletivo. “Ainda não sei se vou jogar, mas estou me sentindo bem, recuperado. No que depender de mim quero jogar. Não conversei com o Dorival para saber o que ele pensa, mas essa é minha intenção”, disse o Rei das Pedaladas.
O time titular utilizado por Dorival Júnior no coletivo foi: Felipe; Pará, Bruno Aguiar, Edu Dracena, Léo; Wesley, Arouca, Marquinhos; Neymar, Robinho e André.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...