Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

Orquestra

Roberto Minczuk pede exoneração da direção artística do Theatro Municipal

18 ABR 2011Por G123h:30

O maestro Roberto Minczuk pediu exoneração do cargo de Diretor Artístico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro após uma reunião com o Conselho da Orquestra Sinfônica Brasileira, realizada na manhã desta segunda-feira (18). Apesar da exoneração, Minczuk segue como maestro da OSB.

Com a decisão, o regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal (OSTM), maestro Sílvio Viegas, passa a responder interinamente pelo cargo.

A contraproposta elaborada por músicos demitidos da Fundação OSB, para que aceitem a reintegração à instituição, pede que Minczuk deixe de ocupar a mesma função na Orquestra Sinfônica Brasileira, além do afastamento do maestro do cargo de regente titular.

Leia a íntegra da nota divulgada pela assessoria de imprensa da Fundação Theatro Municipal:

"O maestro Roberto Minczuk pediu hoje, segunda-feira, exoneração do cargo de Diretor Artístico do Theatro Municipal. A saída foi decidida após uma reunião com o Conselho da Orquestra Sinfônica Brasileira, ocorrida nesta manhã. O Conselho formalizou ao maestro o desejo de tê-lo integralmente dedicado à restruturação por que passa a orquestra e pediu seu desligamento do Theatro Municipal. Frente às circunstâncias, a Presidente da Fundação Teatro Municipal, Carla Camurati, aceitou o pedido de Roberto Minczuk. O regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal (OSTM), maestro Sílvio Viegas, passa a responder interinamente pela direção artística da casa."

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também