Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DESPEDIDA

Rivaldo anuncia aposentadoria dos gramados, aos 41

Rivaldo anuncia aposentadoria dos gramados, aos 41
15/03/2014 11:30 - FOLHAPRESS


Sem alarde, Rivaldo anunciou hoje sua aposentadoria dos gramados. No dia 19 de abril, ele completa 42 anos.

Atualmente exercendo a função de presidente e jogador do Mogi Mirim, o meia usou as redes sociais para comunicar a decisão aos torcedores.

Campeão do Mundo em 2002, Rivaldo teve passagens por clubes como La Coruña, Barcelona, Milan, Olympiakos entre outros.

No Brasil, também atuou no Santa Cruz, Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro, São Paulo e São Caetano.

Ao longo dos 24 anos de carreira, o meia colecionou diversos títulos importantes. Além do Mundial com a seleção brasileira, conquistou o Brasileiro (1994), Paulista (1996), Espanhol (1998,1999), Grego (2005, 2006, 2007) e Uzbeque (2008). Com o Milan, em 2003, levantou a taça da Liga dos Campeões da Europa.

Em 1999, quando defendia o Barcelona, Rivaldo foi o eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa.

Depois de retornar do futebol do Uzbequistão, chegou ao São Paulo (2011), onde não se destacou. No ano seguinte, tentou a sorte no Kabuscorp, de Angola.

Antes de voltar para o Mogi Mirim, time que já havia defendido ente 1992 e 1993, Rivaldo jogou pelo São Caetano, onde disputou o Paulista e a Série B do Brasileiro (2013).

Íntegra do comunicado

"Com lágrimas nos olhos hoje gostaria de primeiramente agradecer a Deus, minha família e a todos pelo apoio, pelo carinho que recebi durante esses 24 anos como jogador. Hoje venho comunicar a todos os torcedores do mundo que minha história como jogador chegou ao fim.
Somente tenho que agradecer pela linda carreira que construí durante estes anos. Foram muitos os obstáculos, os desafios, renúncias, saudades, decepções, porém foram muito maiores as alegrias, as conquistas, crescimentos, mudanças. Algumas vezes ensinando outras aprendendo, mas nunca perdi meu foco, sempre com dedicação, determinação e direção de Deus. Nesta longa jornada, muitas pessoas passaram pela minha vida, alguns por um período, outros amigos que permanecem até hoje.

Construí minha carreira em cima de um milagre, saindo de Paulista, sem nenhum recurso financeiro, sem empresário, incentivos apenas familiar, desacreditado por médicos e técnicos, vi um sonho distante se tornar realidade. Com persistência, dedicação e principalmente com a mão de Deus, cheguei a ser reconhecido como melhor jogador do mundo, pentacampeão mundial, entre muitos outros títulos importantes na história do futebol.

Entre troféus, medalhas, premiações e títulos , em uma terra onde tudo se consome, deixo aqui uma história, talvez um exemplo, mas com certeza um testemunho de que vale a pena crer e lutar. "Todo atleta que está treinando aguenta exercícios duros porque quer receber uma coroa de folhas de louro, uma coroa que, aliás, não dura muito. Mas nós queremos receber uma coroa que dura para sempre". 1 Corintios 9:25" 

Felpuda


O sumiço de algumas figurinhas carimbadas da política não acontece em virtude da necessidade de isolamento como uma das formas de prevenção à pandemia. Em verdade, seria porque não têm mesmo o que e a quem falar. Com o advento das redes sociais, quem acha que fazer campanha eleitoral continua como na época do “eu prometo” está a um passo de ver o sonho de conquistar mandato se transformar em pesadelo. Pelo jeito, não estão nem conseguindo dormir.