Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 12 de dezembro de 2018

CHUVAS

Rio Paraguai subiu mais de um metro em duas semanas

14 MAR 2011Por Diário Online14h:57

O volume excessivo de chuvas registrado neste início de ano no Mato Grosso do Sul está influenciando a previsão de cheia para o rio Paraguai. De acordo com o Modelad (Modelo de Previsão de Cheia em Ladário), se no dia 31 de março a régua de Ladário indicar altura do rio entre 4 e 5 metros, o pico da cheia poderá variar entre 5 e 6,4 metros.

A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 14 de março, pelo pesquisador Ivan Bergier, da Embrapa Pantanal de Corumbá. Segundo ele, ocorrendo este cenário, o pico da cheia deverá ser registrado em abril, provavelmente na segunda quinzena. Nesta segunda, a régua de Ladário indicava o nível de 3,67 metros, uma alta de 5 centímetros em relação ao dia anterior.

Neste ano, choveu em Corumbá mais de 230 milímetros em janeiro, mais de 450mm em fevereiro e 200mm em março, até o momento. "Tivemos uma falta de chuva no final do ano passado e uma chuva muito acima da média neste início de ano", disse Ivan.

Pecuaristas da região de Miranda já estão retirando o gado de áreas mais baixas. A Embrapa orienta que os produtores fiquem em estado de alerta. Cabe ao pecuarista a decisão de manejar o gado com antecedência, pois isso envolve custos. "Pode ser uma ação benéfica. Mas pode acontecer também de a cheia esperada hoje não se confirmar", explicou Ivan.

A Embrapa Pantanal divulgará uma nova previsão de cheia, mais precisa, no dia 31 de março. As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Pantanal.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também