Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Rio Grande do Sul cria comitê para acompanhar casos de gripe suína

17 JUL 2009Por 09h:00
     

        Com o maior número de vítimas no País de pessoas contaminadas pelo vírus da influenza A (H1N1), a chamada gripe suína, o Rio Grande do Sul criou um comitê gestor para acompanhar a doença e espera começar, a partir da próxima semana, a realizar testes de laboratório de pacientes suspeitos que estiverem internados. A informação foi dada ontem pelo secretário da Saúde, Osmar Terra. Pelo volume de casos estimados e sua distribuição regional, ele considera que provavelmente há circulação sustentada do vírus no Estado. Sete das 11 mortes de infectados no Brasil ocorreram em território gaúcho.

        Com informações do Estadão
        
        
        

         

Leia Também