Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Rigo presta solidariedade a Artuzi

14 FEV 2008Por 08h:10
     

 

 

Presidente regional do PDT, o deputado estadual Ari Rigo foi "prestar solidariedade" a Ari Artuzi (PDT) e "manifestar gratidão" aos deputados estaduais Pedro Kemp (PT) e Marquinhos Trad (PMDB), que testemunharam em defesa do colega pedetista. "A vocês dois fica a gratidão do PDT", disse Rigo aos parlamentares.

 

Testemunha do PMDB, partido que pediu o mandato de Artuzi, o vereador de Dourados, Eduardo Marcondes, que é médico, disse que o parlamentar sofre de uma síndrome e está só se beneficiando dos ataques sofridos pelo governador André Puccinelli (PMDB) e do processo na Justiça. "O Artuzi está sofrendo da síndrome da perseguição. Ele acha que está sendo perseguido politicamente. E com isto tudo, cada vez ele aumenta mais nas pesquisas (para prefeito de Dourados). Se for cassado, ele vai sair como mártir. Um mártir vivo", afirmou.

Marcondes negou que a filiação de Geraldo Resende tenha sido arquitetada pelo PMDB de Dourados para isolar Artuzi. "A filiação do Geraldo foi uma questão de Governo de Estado".

         

        Além de Marcondes e Marçal, prestaram depoimento pelo partido o coordenador Administrativo do Diretório Estadual do PMDB, Ademir Sandim. As alegações finais devem ser feitas em 48 horas, mas o juiz eleitoral Dalton Igor Kita Conrado disse que não há data para o julgamento.

Leia Também