Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

2014

Ricardo Teixeira diz que Fifa sempre quis levar abertura da Copa para São Paulo

8 NOV 2010Por FOLHA ONLINE21h:03

O presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa, Ricardo Teixeira, afirmou que a Fifa sempre quis realizar a abertura da Copa-2014 em São Paulo.

Nesta segunda-feira, foi anunciado que o novo estádio do Corinthians, em Itaquera, foi o escolhido para receber o primeiro jogo do Mundial. A questão agora é obter um aval da análise financeira que será vista pelo COL.

"Estou satisfeito, pois tenho certeza de que São Paulo vai cumprir um papel relevante na Copa do Mundo da Fifa. Caso o projeto esteja enquadrado dentro das recomendações, este deverá ser o estádio utilizado no jogo de abertura da competição, como sempre desejou o Comitê Organizador e a própria Fifa", disse Teixeira, em declaração publicada no site da entidade.

O Corinthians oficializou na sexta-feira ao comitê organizador que construirá o Itaquerão para 65 mil pessoas para a abertura do evento, mas não disse de onde virá todo o dinheiro para as obras.

SEM MORUMBI

Na queda de braço entre Ricardo Teixeira e o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, o dirigente da CBF e do COL levou a melhor, e o Morumbi, que seria a primeira opção, foi excluído do Mundial oficialmente em junho.

Ao justificar a retirada do estádio são-paulino da Copa na época, Teixeira atribuiu a exclusão a problemas técnicos.

Em nota oficial, Juvenal sugeriu que o corte do Morumbi teve caráter político. Seu relacionamento com Teixeira piorou após ter se oposto a Kleber Leite, apadrinhado do presidente da CBF, na eleição do Clube dos 13.

Depois, cogitou-se construir um estádio na região de Pirituba para receber o jogo de abertura da Copa ou utilizar a Arena Palestra, novo estádio do Palmeiras, em algumas partidas da competição.

Leia Também