terça, 17 de julho de 2018

Conselho Municipal

Revitalização do centro é apresentada

17 FEV 2011Por cg notícias16h:53

O Plano de Revitalização da área central de Campo Grande foi apresentado nesta quarta-feira (17) ao Conselho Municipal de Planejamento e Urbanização (CMDU) durante sessão com a diretora presidente do Instituto Municipal de Planejamento e Urbanização (Planurb), Marta Lúcia da Silva Martinez. Entre os projetos, foram destacados os da Orla Ferroviária, da Estação Ferroviária e Praça Ary Coelho .

A Orla Ferroviária é uma estratégia de valorização do espaço público e de animação cultural da cidade. Desenvolvido pela Coordenadoria de Projetos Especiais da Prefeitura de Campo Grande, o projeto prevê investimentos na ordem de R$ 3.9 milhões, recursos financiados pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) em obras de urbanização, paisagismo e mobiliários de lazer.

A idéia é dar um novo uso aos cerca de 900 metros do leito da ferrovia no trecho da avenida Afonso Pena, a partir da Morada dos Baís, até a avenida Mato Grosso com a construção de um calçadão com piso tátil, equipamentos de lazer e descanso, bancos, praça, área para atrações culturais, ciclovia, paisagismo e iluminação. Ao longo desta área, hoje degradada, a intenção é criar novas formas de ocupação. Alguns imóveis serão demolidos e outros, com relevância histórica e arquitetônica, deverão ser preservados e poderão, por exemplo, abrigar atividades que tenham relação com a cultura ou a culinária regional.

Estação Ferroviária
A restauração do prédio da Estação Ferroviária foi outro projeto detalhado pela titular do Planurb aos conselheiros. As obras estão em andamento com recursos na ordem de R$ 2,5 milhões, provenientes do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) das Cidades Históricas. O projeto de revitalização da Estação Ferroviária vai manter o padrão histórico e arquitetônico da época e será transformado em um espaço público que vai resgatar a memória, valorizando o patrimônio da Ferrovia com o Centro de Documentação.

O ambiente da Estação abrigará um café cultural. Terá ainda o pátio coberto para eventos variados, como feiras e outras manifestações culturais ao ar livre, mas protegidas da chuva e do sol. Segundo Marta Martinez, a intenção é de que seja um espaço dinâmico, com atividades variadas. Outro ambiente previsto para a Estação abrigará uma área multiuso, com flexibilidade de utilização para exposições temporárias. A criação desse setor de lazer cultural tem o conceito da sustentabilidade e deverá atrair o público para que vá continuamente ao local.

Praça Ary Coelho
A projeto de revitalização da Praça Ary Coelho busca recuperar um dos espaços mais importantes da cidade, sob o ponto de vista histórico e turístico. Será recuperado o chafariz que ganhará cor e movimento das águas, terá o coreto de volta e espaços de convivência, banheiros e paisagismo. A convite da titular do Planurb, o arquiteto idealizador do projeto, Paulo Hernandes adiantou alguns pontos da revitalização aos conselheiros do CMDU. Hernandes explicou que a praça vai receber grades e assim como em grandes cidades será fechada em determinado horário da noite para evitar a depredação.

Leia Também