Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Reunião bilateral vai debater as ações sanitárias na fronteira

Reunião bilateral vai debater as ações sanitárias na fronteira
27/01/2010 07:51 -


Autoridades sanitárias do Brasil e Paraguai participam de uma reunião técnica em Ponta Porã, amanhã, para discutir o plano operacional 2010 e a continuidade das ações sanitárias desenvolvidas conjuntamente na Zona de Alta Vigilância dos dois países. O evento ocontece no Auditório do Hotel Barcelona a partir das 9h. Participarão desta primeira reunião bilateral somente representantes do Governo Federal e Estadual, Agências de Sanidade Animal e Vegetal do Brasil e do Paraguai. O mediador será o Dr. Jamil Gomes de Souza, Diretor do Departamento de Saúde Animal do MAPA. A reunião contará com a participação da Secretária de Estado, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (SEPROTUR), Maria Cristina Galvão R. Carrijo, Diretora Presidente da Iagro/MS, do Superintendente Federal de Agricultura no Mato Grosso do Sul, Orlando Baez, e do Dr. Daniel Rojas López, Presidente do Serviço de Sanidade Animal do Paraguai (Senacsa). Na parte da manhã, as equipes técnicas dos dois países apresentarão os trabalhos sanitários executados na ZAV. A apresentação das ações sanitárias do lado brasileiro ficará a cargo da IAGRO. Na sequência, técnicos do SENACSA apresentarão os trabalhos desenvolvidos na Zona de Alta Vigilância do Paraguai. À tarde serão discutidas questões como a vigilância longitudinal e o sistema de infraestrutura e recursos humanos para atuar na fronteira, intitulado de “Plano Operativo 2010”. Pauta A última reunião realizada em 2008 contou com a participação das entidades de classe e do setor produtivo. Na ocasião, foram abordados temas polêmicos que ocorrem com frequência na região de fronteira, como a questão dos rebanhos apascentados ou que transitam na linha internacional, animais com brincos brasileiros encontrados no Paraguai ou animais paraguaios encontrados do lado brasileiro, fiscalização fluvial conjunta no Rio Paraguai e cadastro conjunto dos pontos de embarque fluvial no R io Paraguai, afluentes e baías, oficialização dos embarques, lacres dos pontos, responsabilidades dos produtores, realização de palestras educativas nas Zonas de Alta Vigilância dos dois países através da Iagro e da Senacsa, realização de inquérito soro epidemiológico conjunto, entre outros.

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!