quinta, 19 de julho de 2018

Retirada de pedras semi-preciosas de balsa naufragada é flagrada pela Marinha

19 AGO 2009Por 17h:30
     

 

 

Durante a Operação Xaraes II, realizada na região do Pantanal sul-matogrossense, a Marinha flagrou a tripulação da embarcação Alexander Junior, retirando sem autorização da autoridade marítima, parte da carga de pedras ametistas em estado bruto que se encontram no fundo do Rio Paraguai desde o naufrágio da balsa Estrela-I, ocorrida dia 02 de agosto. Os sacos contendo as pedras estavam sendo retirados do local por mergulhadores e depositados na Balsa Cachara, de bandeira brasileira. Após a abordagem, as duas embarcações foram encaminhadas à Capitania.

 

A tripulação, composta por bolivianos e brasileiros, foi ouvida e liberada, juntamente com a embarcação de bandeira boliviana. A Balsa Cachara, carregada com aproximadamente 2.800 kg de pedra ametista bruta, ficou retida para averiguações que comporão os autos no inquérito administrativo em andamento, instaurado pela Marinha do Brasil.

 

 

Com informações do Corumbaonline

 

Leia Também