Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

NOVA LIMA

Residencial é desocupado e moradores ameaçam montar acampamento

14 OUT 2010Por VIVIANNE NUNES E ANAHI ZURUTUZA11h:22

Os móveis e pertences dos invasores de casas do residencial Iguatemi, no bairro Nova Lima, em Campo Grande, estão tomando conta das calçadas e ruas que cortam o local. Isso porque os despejados deixaram as casas mas se negam a ir até o Centro de Triagem e Apoio ao Migrante (Cetremi), local escolhido para serem acolhidos.

Alguns ameaçam montar acampamento nos lotes ao redor do residencial. Os ânimos estavam acalorados mas não houve confronto e para garantir a segurança, policiais militares deverão permanecer no local até amanhã, quando os beneficiários de direito irão tomar posse das casas que estavam vazias.

A operação é conduzida pelo oficial de Justiça, José Wilton Nunes e pelo coordenador jurídico da Agência Estadual de Habitação (Agehab), Marco Antônio Rodrigues e por policiais da tropa de choque da PM e deve durar o dia todo.

Um chaveiro foi chamado para abrir as casas que não têm ninguém e os móveis estão sendo retirados, colocados em caminhões de mudança e levados até o Cetremi.

O Caso

Cerca de 50 famílias invadiram as casas no último dia 21 de setembro alegando que participaram do sorteio, não foram contempladas e mesmo assim as casas continuavam fechadas e vazias.

A Justiça chegou a notificar os invasores com um prazo de dez dias para que saíssem das casas, mas um incêndio em uma delas, ocorrido na tarde de ontem, o juiz da 5ª Vara de Fazenda, Fernando Paes Campos, determinou a saída imediata dos invadores.
 

Leia Também